22 de dezembro de 2009

Lindo Isso

Antes de mais nada, tomei uma tunda. Melhor sorte daqui a 2 ou 3 anos.

* * *

De uma matéria no Jornal do Brasil (ugh!), sobre o Comando de Operações Táticas (COT) da PF:

Com mobilidade, armas e equipamentos modernos, além da experiência adquirida junto aos grupos de elite mais fortes do mundo, a tropa é notável mais pelo planejamento do que pelo uso da força. O policial do COT deve ter músculos e nervos fortes, mas a grande vantagem é o preparo intelectual diversificado – com formação acadêmica em várias áreas – e equilíbrio psicológico, aliados ao persistente treinamento e uma forte aversão aos desvios de conduta que se tornaram rotina em outras corporações.

– Que moral teríamos para prender se não tivermos uma conduta reta? – resume Tomazi. Outra preocupação é com os direitos humanos: em vez de matar, como muitas vezes clama o senso comum e se torna a opção equivocada de determinadas políticas de segurança, a satisfação é prender. – Somos profissionais e não justiceiros. Bandido desarmado é bandido vivo.

* * *

Mais uma pra série "Segurança Pública não é meganhice".

Um comentário:

Sentimental ♥ disse...

sim sim, mais sorte daqui a 1, 2, 3 anos, é só tentar de novo, se não deu agora é pq não era pra ser, né?
bjs