4 de janeiro de 2010

Iniciando 2010

A estação das chuvas aqui, na escarpa oeste da Serra da Borborema, começou agora em dezembro. Isso é bom sinal. O mesmo ocorre em todo o sertão pernambucano.

* * *

Há quem fale que a política econômica de Serra é a mesma de Dilma, pelo fato de ambos terem formação marcadamente nacional-desenvolvimentista. Serra, inclusive, tem passagem pela CEPAL, o principal centro desta ideologia econômica do mundo.

O fiel da balança, no entanto, está na política econômica de cada um. Dilma pode gabar-se de ter ao seu lado gente como Guido Mantega, com quem partilha da mesma escola neste sentido. Já Serra, bem, tem todo o aparato tucano ao seu lado e as pressões dos industriais e banqueiros paulistas, neoliberais até dizer chega. O que não deixa de ser paradoxal no caso do setor produtivo, já que trata-se dos que mais recebem benesses do Estado quando um nacional-desenvolvimentista está lá no Planalto. A única explicação que consigo encontrar é que os mesmos devem ficar salivando ao ouvir falar de privatização.

De toda forma, eu não vou pagar pra ver se Serra vai ou não ser um mecenas do Estado forte. O preço da aposta é alto demais.

4 comentários:

Sentimental ♥ disse...

eu pago o preço por serra, pior não pode ficar... rs

Victor disse...

ah, ça peurrait arriver... =)

Sentimental ♥ disse...

fica a dúvida...

Viva. disse...

Blog legal! Passarei sempre por cá.