31 de outubro de 2009

Coisas (Inaceitáveis) Da Vida

Infelizmente, um primo meu (na verdade, filho de uma prima minha) faleceu nesta sexta feira. Tinha quase 4 anos de idade.

Ele fez uma cirurgia para a remoção de um tumor no cérebro, cirurgia esta considerada um sucesso pelos médicos responsáveis. No entanto, ele veio a falecer com uma broncoembolia, enquanto estava na UTI.

Não havia um único plantonista na UTI do hospital (particular, pago por um plano de saúde que vinha recusando-se repetidamente a cobrir a cirurgia), naquele momento. Era madrugada. A administração do hospital dizia o tempo todo que um médico viria vê-lo - na manhã seguinte.

Às vezes eu tenho a impressão de que a saúde, pública ou privada, no Brasil ou em outros países, está doente. Doente de interesses pessoais.

Um comentário:

Sentimental ♥ disse...

eu não consigo entender essa questão da saúde, que está capenga e carecendo de reformas isso é fato e todo mundo sabe, mas antes de tudo o cara que se forma em medicina [não vou chamar de médico pq infelizmente eles não vestem a camisa da profissão] tem o dever de zelar pela vida e saúde do próximo, independente de pagamentos, salários, autorizações, e etc e tal.

por isso, mesmo q seja devido, eu odeio greves e acho q principalmente os profissionais da saúde deveriam passar longe de manifestações desse tipo...

meus sentimentos, sei q isso não vai trazer o bebê de volta, mas mesmo assim sinto muito pelo ocorrido.

bjs