10 de outubro de 2007

Do Inusitado, Quando Não Deveria Ser

"No Brasil, quem briga na rua usa jiu-jitsu. Capoeira acabou virando um negócio pra gringo ver".

Seca e categórica, essa afirmação. Digna de revolta de um nacionalista mais revoltado. Mas verdadeira (e em certa medida não tão digna de revolta assim: quem conhece um mínimo de artes marciais sabe que o que os Gracie fizeram com o jiu-jitsu não tem nada a ver com a arte original). Tirando um apupo de excentricidade aqui ou ali, capoeira nunca foi algo que eu encontrasse em cada esquina. Acho que está assim desde os anos 50, 60.

Hã, até hoje.

Eu estava voltando da academia (na falta de um dojô de aikidô, e de bons professores de budo em Arcoverde, é melhor que nada) e encontrei dois meninos, assim, de uns 12 a 14 anos de idade, jogando capoeira. Sem roda, sem calça e corda de algodão cru, sem berimbau, sem nada. E jogavam direitinho, ainda que na brinca. Um deles deu até um mortal pra frente, no meio da rua.

Vivendo e aprendendo nesse mundo.

2 comentários:

Victor disse...

para dawn, ou deveria dizer, a.r.b.:

peguei! revele-se, moça! =P

eu particularmente fiquei muito feliz em saber que você era você. hã, bem, você sempre foi você, mas... enfim, você entendeu o que eu quis dizer, né?

mas eu também fiquei muito triste quando dei por mim que você estava, de fato, muito, muito longe. o que resta para mim, ao menos por enquanto, é rezar para que você coloque a mochila nas costas. ou então um belo de um "deus ex machina" na minha vida.

o que eu não vou é pedir para adicioná-la no orkut. morro de medo de você soltar um "vem cá, te conheço?" para mim. mas eu prometo que não vou fazer isso se o inverso ocorrer, ou seja, me adicionar.

e eu morri de pena da wiener no "bem vindo à casa de bonecas". ninguém merece nascer num lugar tão "shiny happy people" como aquele. benzodeus...

tem mais coisas que eu queria falar. mas aí já é pessoal demais para uma caixa de comentários de blog. e eu já estourei e muito minha cota de exposição pessoal aqui. =)

Dawn disse...

Hmmmmmmmmm. Será? Será? ;)
Me escreve, ué: dawnwiener82@gmail.com